Temporal na França deixa um morto e causa transtornos no país

Paris, 1 jan (EFE).- O temporal de chuva e, sobretudo vento, que atingiu nesta segunda-feira novamente o oeste da França e colocou quase metade do país em alerta meteorológico, provocou a morte de uma pessoa, além de cortes no fornecimento elétrico em Bretanha e problemas no tráfego de trens.

Uma pessoa morreu na tarde de ontem na cidade de Saint-Jean-Pied-de-Port, junto à fronteira espanhola, depois que uma árvore caiu sobre o carro em que estava, informou a Gedarmaria.

O sistema de meteorologia Météo-France colocou nesta manhã 40 departamentos franceses - todos no oeste - em alerta por risco de ventos fortes e, no litoral atlântico, de fortes ondas.

As rajadas mais fortes foram registradas em Bretanha, onde chegaram a medir 136 quilômetros por hora na ilha de Belle Ile e 133 no Pointe du Raz, na parte continental. No interior houve ventos de mais de 100 quilômetros por hora.

Uma das consequências foram os cortes no fornecimento elétrico. A companhia que gere as redes, Enedis, indicou que cerca de 40 mil moradias estavam sem luz em Bretanha (dois terços no departamento de Morbihan), e que 1,5 mil agentes foram mobilizados para restabelecer o serviço.

O temporal também teve impacto no tráfego ferroviário, com atrasos de uma hora nessa região.

Em concreto, o número médio da temperatura ontem no país foi de 11 graus, acima do recorde para 31 de dezembro, que é de 10,5 graus em 2006.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos