Trump inicia o ano com suas atividades favoritas: golfe e Twitter

Miami, 1 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, iniciou o ano de 2018 com suas atividades preferidas em seus dias de descanso de fim de ano no sul da Flórida, jogando golfe e enviando mensagens pelo Twitter, após ser o anfitrião de uma festa de Ano Novo em seu resort de Mar-a-Lago.

Pouco antes das 9h locais (12h em Brasília), e após se despedir de 2017 em uma festa que se estendeu até as primeiras horas desta segunda-feira, o presidente chegou ao Trump International Golf Club, acompanhado do campeão mundial Fred Funk e seu filho, Taylor Funk, segundo porta-vozes da Casa Branca.

Antes de iniciar neste lugar o que, de acordo com a emissora "NBC News", é o seu 91º dia em um clube de golfe em seu mandato de presidente, Trump não deixou de postar suas mensagens no Twitter, onde dedicou seu primeiro tweet do ano para criticar o Paquistão, por suas "mentiras e enganações" e por "oferecer refúgio a terroristas".

Segundo a agenda da Casa Branca, está previsto que Trump retorne ainda hoje a Washington a bordo do avião presidencial Air Force One, que está estacionado no Aeroporto Internacional de Palm Beach junto com um jatinho com o logotipo da corporação Trump, tal como informou o grupo de jornalistas que o acompanha.

O presidente confirmou o seu retorno à capital por meio de outro tweet, no qual afirmou que há "muito trabalho a fazer", e reiterou que este 2018, um ano de eleições nos EUA, será "um grande ano".

No domingo, o governante utilizou seu perfil pessoal nessa mesma rede social para enviar seus cumprimentos pelo ano novo e para destacar que os EUA estão crescendo "mais rápido do que qualquer um pensou que seria possível", e também postou um vídeo de mais de três minutos em outra mensagem com imagens de seu primeiro ano na presidência.

"Na medida em que o nosso país cresce rapidamente cada vez mais forte e inteligente, quero desejar a todos os meus amigos, seguidores, inimigos, 'haters' e inclusive à muito desonesta 'Fake News' (imprensa falsa), um feliz e saudável ano novo. 2018 será um grande ano para os EUA!", escreveu Trump no último dia do ano, pouco antes de comparecer à festa exclusiva em seu clube social.

Trump foi o anfitrião da festa de fim de ano celebrada em seu clube privado e à qual compareceu em companhia de sua esposa, Melania, e de seu filho mais novo.

Nas poucas palavras que ofereceu ao grupo de jornalistas que o acompanha, Trump destacou que 2018 será um "ano tremendo", no qual prevê que as bolsas de valores continuarão subindo e que as empresas continuarão chegando ao país.

Além disso, o presidente destacou algumas medidas aprovadas durante 2017, entre eles a reforma tributária, a abertura à exploração petrolífera do Refúgio Nacional de Vida Silvestre do Ártico e a eliminação do mandato individual nos regulamentos sobre planos de saúde, "que é muito, muito impopular", segundo ele.

A festa contou com a presença de membros da família Trump, entre eles sua filha Ivanka Trump e seu esposo, Jared Kushner; assim como o Secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, e sua esposa, Louise Linton; o ex-jogador de beisebol Keith Hernandez, e o apresentador da emissora "Fox" Lou Dobbs, entre outros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos