Ataques do exército sírio matam um enfermeiro e um civil em Ghouta Oriental

Cairo, 2 jan (EFE).- Um enfermeiro e um civil morreram, e outras sete pessoas ficaram feridas, nas últimas horas em decorrência de bombardeios e disparos de artilharia das forças governamentais sírias em várias áreas de Ghouta Oriental, reduto opositor nos arredores de Damasco, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Um civil morreu e outras sete pessoas ficaram feridas no ataque dos aviões militares nas localidades de Arbín e Duma, segundo detalhou a ONG.

Já o enfermeiro morreu em Arbín pelo impacto de um projétil lançado pelas forças sírias na noite da segunda-feira, acrescentou o Observatório.

Pelo menos 38 civis, entre eles nove menores e três mulheres, morreram desde o sábado passado nos bombardeios da aviação síria sobre as cidades de Ghouta Oriental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos