Nove presos fogem de prisão em Berlim em período de 5 dias

Berlim, 2 jan (EFE).- Nove presos conseguiram fugir da prisão de Plötzensee em Berlim num período de cinco dias, informou nesta terça-feira o Departamento de Justiça da capital da Alemanha, um fato que gerou polêmica pelos erros de segurança cometidos no centro penitenciário.

Segundo a polícia explicou nesta terça-feira, dois presos fugiram ontem de suas celas. Além disso, outros quatro detentos escaparam na semana passada da mesma penitenciária através de um buraco feito em um muro pelo sistema de ventilação.

A essas fugas se somam as de três condenados que estavam em regime semiaberto e que não retornaram à prisão para passarem a noite nos últimos dias, confirmaram fontes do Departamento de Justiça da capital.

Os dois presos que fugiram ontem, através da janela de uma cela vizinha, também estavam no regime semiaberto, por isso poderiam ter deixado a prisão tranquilamente pela porta da frente no dia seguinte, acrescentaram as fontes.

A situação em Plötzensee, uma prisão de segurança média na qual não há condenados por crimes graves, suscitou grande debate em Berlim, onde a oposição fala de uma "jornada de portas abertas" e pede a demissão do responsável de Justiça da cidade-estado, Dirk Behrendt.

Até o momento, um dos presos do primeiro grupo de foragidos se apresentou voluntariamente à polícia, e outro condenado do regime semiaberto foi detido.

A fuga dos primeiros quatro presos, que têm entre 27 e 38 anos, ocorreu na quinta-feira e gerou grande rebuliço, já que as imagens da fuga espetacular foram captadas pelas câmeras de vigilância da prisão.

De acordo com as imagens, os quatro se apresentaram na oficina da prisão no início da manhã e utilizaram as ferramentas que estavam no local para sua fuga. Os detentos fugiram através de um buraco de 30 centímetros de espessura e 120 de comprimento escavado entre duas colunas do sistema de ventilação de um muro exterior.

A fuga levou apenas três minutos e as imagens captadas pelas câmeras de vigilância mostraram o momento exato em que os presos saíram pelo buraco no sistema de ventilação.

A prisão de Plötzensee fica no distrito de Charlottenburg, no oeste de Berlim, e conta atualmente com cerca de 360 detentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos