Queda de helicóptero na Síria mata 2 pilotos russos

Moscou, 3 jan (EFE).- Dois pilotos russos morreram após uma "falha técnica" derrubar o helicóptero Mi-24 no qual realizavam uma missão na Síria, informou nesta quarta-feira o Ministério de Defesa da Rússia.

Segundo a nota, o incidente aconteceu no último dia 31 de dezembro e já foi descartada a possibilidade de que o helicóptero tenha sido atacado do solo.

"Não houve nenhum ataque contra o Mi-24", garante o ministério russo no comunicado.

O acidente ocorreu durante uma missão que os militares russos realizavam nas proximidades do aeroporto de Hama.

"Ambos pilotos morreram durante uma brusca aterrissagem (do helicóptero) a 15 quilômetros do aeroporto de destino", segundo detalha o texto.

No incidente também ficou ferido um técnico de voo que foi transferido ao aeroporto de Khmeimim para receber assistência médica.

Recentemente, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou a "completa derrota" do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria, após o que viajou pela primeira vez a esse país para ordenar o início da retirada das tropas russas.

Apenas permanecerão na Síria as unidades militares que integram as bases do porto de Tartus e do aeroporto de Khmeimim, além do centro de reconciliação de forças e três batalhões de polícia militar que se encarregarão de garantir a segurança nas zonas de distensão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos