Presidente Moreno sofre acidente doméstico e suspende atividades por 2 dias

Quito, 4 jan (EFE).- O presidente do Equador, Lenín Moreno, sofreu na quarta-feira um acidente doméstico e suspendeu suas atividades previstas para hoje e sexta-feira, de acordo com informações da Secretaria Nacional de Comunicação (Secom).

Além disso, o governante "vai descansar, porque ele sofreu um acidente doméstico com a queda acidental de uma bebida quente", acrescentou a Secom, através de um comunicado.

Os médicos do presidente "avaliaram o caso e recomendaram a suspensão da agenda", completou a nota.

O próprio presidente Moreno informou do fato e na sua conta no Twitter: "Esta tarde sofri um acidente na mão e por isso devo suspender minha presença em eventos públicos. Eu permaneço atento do meu escritório para a agenda prevista. Uma saudação carinhosa a todos".

O acidente aconteceu no meio de uma jornada de grande atividade de Lenín, o forçando a delegar sua vice-presidente interina, María Alejandra Vicuña, o anúncio público do denominado plano "Equador Mais Emprego", que foi realizado no Palácio de Carondelet, sede do Governo.

Durante seu discurso, María Vicuña comunicou do "acidente" sofrido pelo chefe do Estado, mas afirmou que não era para ficarem "assustados".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos