Tropas pró-Assad avançam pela região de Idlib, no noroeste da Síria

Beirute, 4 jan (EFE).- As tropas governamentais da Síria retomaram nesta quinta-feira o domínio de três localidades no sudeste da província de Idlib, no noroeste do país, que é controlada quase totalmente pela aliança do antigo braço da Al Qaeda e outras facções, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os efetivos leais ao presidente sírio Bashar al Assad, liderados pelo general Suheil Hassan, conhecido como o "Tigre", assumiram o controle das populações de Qasr al Abiad, Al Haquia e Rabia Musa, após enfrentamentos contra combatentes islamitas e rebeldes.

O general Hassan foi o responsável pelas operações militares nas cidades de Aleppo e Deir ez Zor, que resultaram na retomada de ambos os territórios por parte do exército sírio.

Com a recuperação dessas localidades no sudeste de Idlib, já são dez as populações em que os efetivos governamentais expulsaram os insurgentes nessa parte da região.

Por outro lado, pelo menos 14 membros de tropas fiéis ao governo sírio morreram em um ataque da facção islamita Exército do Islã contra a cidade de Al Nashabia, na região de Ghouta Oriental, o principal bastião opositor nos arredores de Damasco.

Segundo o OSDH, também há um número indeterminado de mortos e feridos nas fileiras do Exército do Islã.

Além disso, os combates continuam entre as forças armadas sírias e a Organização para a Libertação do Levante - a aliança do antigo braço da Al Qaeda - e outros grupos na cidade de Harasta, em Ghouta Oriental.

O OSDH destacou que as tropas governamentais avançaram pelas cercanias do edifício do governo em Harasta, que foi alvo de bombardeios e de disparos de artilharia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos