Explosão de bomba nas Filipinas deixa pelo menos oito mortos

Manila, 5 ene (EFE).- Oito pessoas, entre elas três menores, morreram e outras sete ficaram feridas no sul da Filipinas após a explosão de uma bomba depois que uma delas atingiu o explosivo com com um martelo, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

Os fatos ocorreram em Sirawai, na ilha de Mindanao - cerca de 900 quilômetros de Manila -, na noite de quarta-feira, quando um homem de 23 anos encontrou um artefato em um rio próximo ao seu local de trabalho, reportou o jornal "Inquirer".

Achando que tratava-se de uma bomba inativa, o jovem, Marcelo Antogan, levou o artefato ao barracão onde estavam seus companheiros de trabalho de uma plantação de óleo de palma e alguns de seus filhos, segundo relataram testemunhas ao jornal.

Apesar de um deles ter advertido sobre a periculosidade do objeto, Antogan tratou de abri-lo batendo várias vezes com um martelo rodeado das pessoas que estavam no barracão.

"Meu tio Paul disse para não tocá-lo porque poderia explodir, mas Antogan ignorou a advertência e começou a bater no explosivo", declarou um testemunha que perdeu vários familiares no acidente.

A explosão causou a morte instantânea de sete pessoas, entre elas três jovens de 6, 8 e 16 anos, enquanto uma oitava morreu no hospital e sete ficaram feridas.

As autoridades locais descartaram a hipótese de ser uma bomba dos diversos grupos insurgentes que operam em Mindanao após indicar que o artefato explosivo era similar ao usado para a explosão de rochas. EFE

aaf/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos