Irã registra novas marchas de apoio ao regime e contra ingerência estrangeira

Teerã, 5 jan (EFE).- Milhares de pessoas expressaram novamente nesta sexta-feira seu apoio ao regime do Irã em uma passeata em Teerã, na qual criticaram a suposta ingerência estrangeira nos recentes protestos antigovernamentais.

Os manifestantes gritaram palavras de ordem como "morte aos Estados Unidos", "morte a Israel", logo após a oração de sexta-feira na mesquita do grande complexo de Mosala, no centro da capital.

Muitos dos participantes portaram também a fotografia do policial que morreu durante os protestos antigovernamentais em um enfrentamento com os manifestantes.

O aiatolá Ahmad Khatami, responsável pela oração desta sexta-feira em Teerã, culpou os manifestantes antigovernamentais de terem seguido as políticas de e Israel.

"A voz dos EUA e de Israel não é a do povo (iraniano), é uma voz estrangeira", disse Khatami, que também denunciou que Washington financiou os protestos e queria enviar armas para derrubar o regime iraniano.

Em seu discurso, o clérigo criticou ainda as redes sociais, devido ao seu papel na convocação dos protestos, instando as autoridades a mantê-las bloqueadas de forma permanente.

Um dos participantes da oração e da posterior marcha, o engenheiro civil Ali Musavi, disse à Agência Efe que os citados países "têm se aproveitado dos problemas existentes em nível econômico".

"Todos os países e povos têm problemas. Nós há 40 anos que estamos sob sanções, e a cada dia elas aumentam, mas em nenhum país tanta gente sai para apoiar seu sistema", comentou Musavi.

Os apoiadores do regime realizaram gigantescas marchas há três dias em várias cidades em resposta às manifestações antigovernamentais, que acabaram na quarta-feira passada e se saldaram com pelo menos 20 mortos e mil detidos.

As autoridades iranianas, ao invés de reconhecer o descontentamento social com a situação econômica do país, optaram por decretar os protestos ilegais e responsabilizar uma conspiração estrangeira pelos distúrbios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos