Bombardeios perto de Damasco deixam pelo menos 17 civis mortos

(Atualiza número de vítimas).

Cairo, 6 jan (EFE).- Pelo menos 17 civis morreram neste sábado e dezenas de pessoas ficaram feridas em bombardeios e disparos de artilharia das forças governamentais sírias em Ghouta Oriental, região controlada pelos rebeldes perto de Damasco, segundo ativistas.

Entre os mortos estão duas crianças e três mulheres, indicou o Observatório Sírio de Direitos Humanos, que não descartou que o número de vítimas aumente, pois há várias pessoas gravemente feridas e desaparecidas sob os escombros.

Os bombardeios dos aviões militares deixaram pelo menos 12 mortos na cidade de Hamuria, onde também houve vários feridos, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Em Arbin, três pessoas morreram e quatro ficaram feridas, enquanto que em Midera a ONG contabilizou dois mortos e seis feridos.

Em Misraba, cidade sob o controle do grupo islamita Exército do Islã, foram registrados 15 feridos, entre eles vários menores e mulheres, em um bombardeio, e outros dez civis foram feridos pelo lançamento de mísseis terra-terra em Harasta.

Desde o dia 29 de dezembro, Ghouta Oriental é alvo de uma ofensiva das forças leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, que enfrentam facções islamitas e rebeldes, entre elas o Organismo de Liberdade do Levante, a aliança do antigo braço da Al Qaeda, na área de Harasta.

De acordo com a última recontagem do Observatório, desde o início dessa operação morreram 96 civis por bombardeios e fogo de artilharia, entre eles 21 menores e 22 mulheres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos