Direita italiana acerta comparecer em coalizão nas eleições gerais

Roma, 7 jan (EFE).- Os partidos da direita italiana Forza Italia, Liga Norte e Fratelli d'Italia acertaram neste domingo participar em coalizão nas eleições gerais que acontecerão em 4 de março.

A decisão foi tomada pelos líderes destas formações, Silvio Berlusconi (Forza Italia), Matteo Salvini (Liga Norte) e Giorgia Meloni (Fratelli d'Italia), em uma reunião que durou quase quatro horas na cidade de Arcore, a menos de 30km de Milão, informou a imprensa italiana. A coalizão também será formada por outro grupo político que é Quarto Polo.

Na próxima terça-feira, acontecerá uma segunda reunião para aprofundar as negociações e detalhar os acordos em pontos como as listas de candidatos, os programas e as estratégias eleitorais. Forza Italia, Liga Norte e Fratelli d'Italia já fizeram um primeiro ensaio nas eleições regionais da Sicília, em novembro, e ganharam se apresentando em coalizão.

A reunião aconteceu um dia depois de o vice-presidente do Senado e membro do Forza Italia, Maurizio Gasparri, afirmar que "a centro-direita é a única opção de governo crível e séria para a Itália".

Coincidindo com esta primeira reunião, Berlusconi apresentou o slogan da sua formação para as eleições. Espera-se a presença de Berlusconi na campanha eleitoral italiana, apesar de o ex-chefe de governo, por enquanto, não poder ser candidato a primeiro-ministro porque está inabilitado para exercer qualquer cargo público por causa da condenação por fraude fiscal. Ele apelou da decisão no Tribunal Europeu de Direitos Humanos de Estrasburgo e aguarda o resultado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos