Netanyahu diz que UNRWA "deve se despedir do mundo"

Jerusalém, 7 jan (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse neste domingo que a Agência da ONU de Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA, na sigla em inglês) "perpetua o problema dos refugiados palestinos" e que "deve se despedir do mundo".

Netanyahu se expressou assim ao início da reunião com seu gabinete de governo, ao mesmo tempo em que fontes do Ministério das Relações Exteriores disseram que Israel não quer realmente que os Estados Unidos deixem de financiar os palestinos, informou o canal de televisão "Jadashot".

"Estou totalmente de acordo com a crítica do presidente (dos EUA, Donald) Trump à UNRWA", disse Netanyahu, após o americano ameaçar na semana passada em um tweet cortar a ajuda financeira aos palestinos, incluindo a UNRWA, se estes não voltarem à mesa de negociações.

"A UNRWA é uma organização que perpetua o problema dos refugiados palestinos. Também perpetua a narrativa do chamado direito ao retorno, que tem como objetivo eliminar o Estado de Israel e, portanto, a UNRWA deve se despedir do mundo", opinou o premiê israelense.

Netanyahu também disse que essa agência da ONU se especializou em ajuda os refugiados palestinos há 70 anos, enquanto que outro órgão da ONU, o Alto Comissariado para os Refugiados (UNHCR), lida com os demais refugiados do mundo.

O chefe de Governo israelense acrescentou que fez "uma sugestão simples: que os fundos da UNRWA sejam gradualmente transferidos ao UNHCR, com critérios claros para ajudar refugiados reais e não fictícios, como acontece hoje com a UNRWA".

Por sua vez, o porta-voz da UNRWA, Christopher Gunness, declarou hoje que "o que perpetua a crise dos refugiados é o fracasso das partes em tratar o assunto".

"Isto tem que ser resolvido pelas partes em conflito no contexto de conversações de paz baseado nas resoluções da ONU e na lei internacional", acrescentou.

Gunness explicou que "o dever da UNRWA, ditado pela Assembleia Geral (da ONU), é continuar com seus serviços até que se encontre uma solução justa e duradoura para os refugiados palestinos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos