Novo terremoto em província iraniana deixa mais de 50 feridos

Teerã, 7 ene (EFE).- Um novo terremoto de magnitude 5,1 deixou pelo menos 51 pessoas feridas na província iraniana de Kermanshah, devastada em novembro do ano passado pelo tremor de 7,3 graus, informaram neste domingo as autoridades locais.

O diretor de gestão de crise de Kermanshah, Reza Mahmudian, detalhou que 42 dos feridos foram registrados na cidade de Sarpol Zahab - na qual morreram 559 pessoas em novembro -, e nove em Gilan Gharb.

As equipes de emergência e do Crescente Vermelho se deslocaram à região, onde alguns edifícios que sofreram danos no último terremoto foram agora totalmente destruídos, explicou Mahmudian, citado pela agência oficial "IRNA".

Segundo o Centro Sismológico do Irã, o tremor aconteceu no sábado às 18h55 (horário local, 13h25 em Brasília) a uma profundidade de oito quilômetros.

O epicentro se localizou a sete quilômetros de Sarpol Zahab e afetou várias cidades como Ghasr Shirin e Islamabad Gharb, além da citada Gilan Gharb.

O terremoto de novembro, de 7,3 graus na escala de Richter, deixou 620 mortos e mais de 12 mil feridos, além de uma grande destruição em Kermanshah.

Desde então, na região se produziram mais de 1.600 tremores, entre terremotos e réplicas, uma mostra da grande atividade sísmica do Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos