Forças pró Assad recuperam controle de 14 cidades no noroeste da Síria

Beirute, 8 jan (EFE).- As forças governamentais sírias recuperaram nesta segunda-feira o controle de 14 cidades no sul e no leste da província de Idlib (noroeste), após intensificarem os bombardeios nessa área, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Algumas das populações retomadas pelos soldados leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, são Ayaz, Khirbet Abu Ania, Khirbet Yashut, Abu Tahiha, Farya, Al Daudia, Abu Alich e Yeb al Qasab.

O Observatório explicou que as aviações da Síria e da Rússia aumentaram os ataques nessa parte da província, o que obrigou o Organismo de Liberdade do Levante, a aliança da ex-filial síria da Al Qaeda, a se retirar dessas localidades.

Com este progresso, o exército sírio e seus aliados dominam quase totalmente a fronteira entre o sudeste de Idlib e o nordeste da vizinha região de Hama.

Além disso, bloquearam o caminho do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), presente em algumas localidades do nordeste de Hama, para que não se infiltre em Idlib.

As autoridades sírias, comandadas pelo general Suheil Hassan, conhecido como "Tigre", estão agora a 11 quilômetros do aeroporto militar de Abu Duhur, em poder do Organismo de Liberdade do Levante e outras facções, que é o alvo principal desta campanha militar.

As forças governamentais iniciaram as operações em Idlib e em Hama no último dia 22 de outubro.

Quase toda Idlib está em poder da ex-filial síria da Al Qaeda e de outros grupos armados.

No final de dezembro, o general Hassan assumiu o comando da ofensiva em Idlib, após ter derrotado o EI na cidade de Deir ez-Zor e os rebeldes na cidade de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos