Promotoria da França investiga Apple por problemas com baterias de iPhones

Paris, 8 jan (EFE).- A Promotoria da França está investigando a Apple pelos crimes de fraude e obsolescência programada devido à redução da velocidade de iPhones com baterias antigas.

Fontes judiciais confirmaram à Agência Efe que a investigação, iniciada após uma denúncia da organização civil, será conduzida pela Direção-Geral de Concorrência, Consumo e Luta contra Fraudes.

A redução da velocidade dos modelos mais antigos dos iPhones gerou grande polêmica entre os usuários do aparelho. A Apple pediu desculpas pelo problema e ofereceu descontos para os clientes trocarem as baterias de seus smartphones.

Só nos Estados Unidos já há nove processos coletivos que acusam a Apple de fraude, propaganda enganosa e enriquecimento ilícito.

Alguns usuários de iPhones denunciam há anos que a empresa retarda de forma artificial a velocidade dos telefones através de atualizações do sistema operacional iOS, com o objetivo de incentivar a troca por novos aparelhos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos