Sudão amplia estado de emergência por mais 6 meses em 2 regiões do país

Cartum, 8 jan (EFE).- O parlamento do Sudão ratificou nesta segunda-feira um decreto presidencial para ampliar por mais seis meses o estado de emergência nas regiões de Cordofão do Norte (oeste) e Kasla (leste), na fronteira com a Eritreia.

O chefe do comitê parlamentar, Ahmed Mohammed Adam al Tigani, explicou perante a câmara que o decreto do estado de emergência foi emitido a fim de "cumprir o interesse supremo da pátria".

Esta decisão foi tomada, segundo o parlamento, por questões de segurança e para lutar contra os traficantes de seres humanos e os narcotraficantes.

Há dois dias, o Sudão fechou suas passagens fronteiriças com a Eritreia por tempo indeterminado e reformou com tropas a área, que se encontra em estado de emergência para tentar limitar o trânsito de imigrantes irregulares e contrabandistas.

Outras áreas do Sudão se encontram em estado de emergência e com um cessar-fogo imposto, como as regiões de Cordofão do Sul e Nilo Azul, assim como a de Darfur, que são palco de enfrentamentos entre os rebeldes e o exército nacional há anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos