Trump conversará com congressistas sobre futuro dos "sonhadores" nos EUA

Washington, 8 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, receberá nesta terça-feira, na Casa Branca, um grupo bipartidário de congressistas para dar sequência às conversas sobre uma solução para resolver a situação de milhares de jovens imigrantes sem documentos, um grupo conhecido como "sonhadores".

Fontes do Congresso anteciparam nesta segunda-feira que reunião, anunciada na semana passada pela Casa Branca, terá 20 congressistas e senadores de ambos os partidos.

A busca por uma solução para os "sonhadores" se tornou em um dos principais temas das negociações orçamentárias entre o Congresso e a Casa Branca. As partes devem entrar em acordo antes de 19 de janeiro se quiserem evitar um bloqueio das ações do governo federal por falta de recursos.

Trump anunciou em setembro o fim do Programa de Ação Diferida para os Chegados na Infância (Daca), implementado pelo ex-presidente Barack Obama em 2012 e que protegia da deportação os jovens imigrantes ilegais que chegaram ao país crianças.

O presidente deu ao Congresso até o próximo dia 5 de março para que solucionasse a situação migratória dos "sonhadores", mas os democratas estão há meses pressionando para aprovar uma lei que proteja os cerca de 690 mil jovens amparados pelo Daca da deportação.

Mas Trump vinculou qualquer ação nesse sentido à aprovação de suas prioridades no tema, que incluem a construção de um muro na fronteira com o México, a contratação de mais agentes de fronteiras e mudanças no sistema legal da imigração.

"Vamos acabar com a migração em cadeia, com o sistema de loteria (de vistos) e construir o muro. Todas as crianças americanas merecem crescer em uma comunidade segura", disse Trump durante um discurso na convenção anual do Escritório Federal de Agricultores Americanos em Nashville, no estado de Tennessee.

Com o termo "migração em cadeia", o presidente se refere ao processo no qual cidadãos ou residentes permanentes nos EUA podem ajudar seus familiares a irem para o país. A loteria de vistos é um sorteio realizado anualmente pelo governo para conceder o benefício a cidadãos de outros países.

O líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, lamentou hoje que a Casa Branca insista em condicionar o futuro dos "sonhadores" a exigências "pouco razoáveis" que estão "completamente fora do espectro das negociações sobre o Daca e a segurança na fronteira".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos