Ataques aéreos e de artilharia perto de Damasco deixam 18 mortos

Beirute, 9 jan (EFE).- Ataques aéreos e de artilharia contra a região de Ghouta Oriental, o principal reduto da oposição ao regime do presidente da Síria, Bashar Al Assad, nos arredores de Damasco, deixaram pelo menos 18 mortos e outros 80 feridos nesta terça-feira.

As informações são do Observatório Sírio de Direitos Humanos, que indicou que nove das vítimas perderam a vida em bombardeios de aviões não identificados contra a cidade de Hamuriya. Outros três morreram de forma similar em Saqba e um em Harasta.

Além disso, cinco civis morreram após disparos de artilharia por tropas do governo contra Duma, a maior cidade de Ghouta Oriental.

Nos últimos dias, o governo da Síria ampliou os ataques contra áreas na periferia de Damasco, capital do país. Desde o dia 29 de dezembro, 148 pessoas morreram na região, segundo o Observatório.

Por outro lado, a agência oficial de notícias "Sana", citando fontes da Chefia de Polícia de Damasco, informou que três pessoas morreram e 19 ficaram feridas após a explosão de foguetes contra três bairros da capital.

As fontes afirmaram que os rebeldes dispararam os foguetes a partir de Ghouta Oriental, o que motivou a resposta do Exército da Síria, que fez "bombardeios de precisão" contra os locais de origem dos projéteis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos