Atentado suicida no Paquistão deixa pelo menos sete mortos e 15 feridos

(Atualiza com a reivindicação da autoria do TTP)

Islamabad, 9 jan (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram nesta terça-feira e 15 ficaram feridas em um atentado suicida contra a polícia na cidade paquistanesa de Quetta, perto do Parlamento provincial do Baluchistão, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

Um terrorista suicida estava em uma moto quando explodiu as bombas que levava perto de um caminhão da polícia, a 300 metros do Parlamento provincial, uma zona de alta segurança, disse o porta-voz policial da cidade, Mohamed Ramzan.

Quatro policiais, dois civis e o agressor morreram no atentado e 15 pessoas ficaram feridas, entre elas sete agentes que foram levados a hospitais da zona.

O principal grupo talibã do país, o Tehrik-i-Taliban Pakistan (TTP), reivindicou a autoria do ataque em um comunicado de seu porta-voz, Mohamed Khurasani, que advertiu sobre mais atentados para "vingar os prisioneiros mortos em falsos enfrentamentos" com as forças de segurança.

"O combatente do TTP Ilyas Swati atacou um veículo da polícia. Advertimos às pessoas que se mantenham afastadas das forças de segurança porque milhares de lutadores estão prontos para atacar o Exército e outras agências de segurança", indicou Khurasani.

O primeiro-ministro do Paquistão, Shahid Khaqan Abbasi, condenou o ataque em um breve comunicado.

Quetta, capital da província ocidental do Baluchistão, é uma das localidades mais conflituosas do Paquistão, com a presença de grupos armados separatistas, facções talibãs e grupos jihadistas.

O último ataque na cidade tinha ocorrido em 17 de dezembro, quando um grupo atacou uma igreja metodista, matando nove pessoas e deixando outras 30 feridas.

Em 25 de novembro, cinco pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em um atentado suicida com bomba contra um veículo das forças de segurança em Quetta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos