Chefe humanitário da ONU chega à Síria para avaliar a situação

Beirute, 9 jan (EFE).- O chefe humanitário da ONU, Mark Lowcock, chegou nesta terça-feira à Síria, onde permanecerá três dias e se reunirá com responsáveis governamentais para avaliar a situação neste país, em sua primeira viagem desde que assumiu o cargo no final de agosto do ano passado.

O próprio Lowcock anunciou na sua conta do Twitter sua chegada à Síria, e antecipou que pretende reunir-se com responsáveis do governo e outros atores estratégicos, bem como conhecer em primeira mão a situação da população e da resposta humanitária.

Em um comunicado, o Escritório de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA) informou ontem da viagem de Lowcock, e adiantou que visitará Damasco e a cidade central de Homs, onde terá encontros com pessoas afetadas pelo conflito que precisam de assistência.

A nota lembrou que mais de 13 milhões de sírios precisam de ajuda básica e proteção no sétimo inverno desde o início do conflito em março de 2011 e que se calcula que 69% da população do país vive na pobreza extrema.

Milhões de sírios precisam de proteção, além de comida, água potável e alojamento, segundo o texto.

OOCHA indicou ainda que, ainda que em algumas partes da Síria haja uma redução das hostilidades, em outras há um aumento das operações militares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos