Topo

Forte terremoto foi registrado a 66km das Ilhas de Cisne, em Honduras

10/01/2018 03h32

Tegucigalpa, 10 jan (EFE).- O terremoto de magnitude 7,6 na escala Richter que atingiu parte do Caribe foi registrado a 66 quilômetros das Ilhas de Cisne, território hondurenho, mas até o momento não há informações sobre danos, de acordo com a Comissão Permanente de Contingências (Copeco) de Honduras.

"Aconteceu a cerca de 66 quilômetros da Ilha de Cisne, está afastado do território hondurenho, mas foi sentido em Gracias a Dios, Colón, Olancho e setores afastados como Cedeño e o Distrito Central", regiões no Caribe, leste, centro e sul do país, disse o chefe da Copeco, Lisandro Rosales.

Ele acrescentou que está sendo feita uma imediata avaliação para saber sobre os danos que o fenômeno pode ter causado.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês), que em princípio calculou em 7,8 a magnitude, informou que o terremoto sacudiu a área do Caribe, entre Honduras e Cuba, e provocou um alerta de tsunami que poderia afetar Porto Rico e Ilhas Virgens, assim como Cuba, Honduras, México, Ilhas Cayman, Jamaica e Belize.

"A população deve manter a calma e estamos em contato com o centro de prognóstico do Havaí, pois há um alerta de tsunami e seria em 45 minutos", disse Rosales.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber