Honduras descarta formação de tsunami após forte terremoto de 7,6 graus

Tegucigalpa, 10 jan (EFE).- As autoridades de Proteção Civil de Honduras descartaram nesta quarta-feira a formação de um tsunami na parte caribenha do país devido ao terremoto de magnitude 7,6 graus ocorrido na noite de ontem.

"O tsunami foi descartado" após o terremoto, disse a jornalistas o chefe de operações da Comissão Permanente de Contingências (Copeco) de Honduras, Marvin Aparicio.

Previamente, a Copeco tinha decretado um alerta verde ou preventivo para quatro departamentos da parte caribenha do país perante a possibilidade de tsunami devido ao terremoto, que ocorreu por volta das 21h local de terça-feira (1h, em Brasília de hoje) no Caribe entre Honduras e Cuba.

Aparicio informou à população que é provável que nas próximas horas ocorram réplicas do terremoto, registrado a 228 quilômetros ao noroeste de Patuca, em Honduras, e cerca de 30 quilômetros de profundidade.

O sismólogo hondurenho José Escobar também descartou a formação de um tsunami.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos