Ativista da 'Femen' com seios nus "ataca" presidente tcheco durante eleição

Praga, 12 jan (EFE).- Uma ativista da organização feminista "Femen" compareceu nesta sexta-feira em um colégio eleitoral de Praga onde vota o chefe de Estado, Milos Zeman, sobre o qual se jogou enquanto gritava em inglês "Zeman, Putin's slut" (Zeman, prostituta de Putin), em referência ao presidente russo, Vladimir Putin.

O mesmo slogan estava escrito sobre os peitos descobertos da jovem ao enfrentar o presidente tcheco, que visivelmente perturbado e surpreso pelo incidente, deixou a sala por alguns minutos antes de depositar seu voto nas eleições presidenciais, cujo primeiro turno é realizado entre hoje e sábado.

O serviço de segurança de Zeman conseguiu deter a ativista, que acabou no chão, onde seguiu gritando frase em inglês, até que foi levada da sala.

"Como veem, o meu serviço de segurança funciona bem, sendo assim ela não conseguiu chegar tão perto", afirmou o presidente tcheco, de 73 anos, quando retornou ao colégio para depositar seu voto, junto com sua mulher Ivana.

"Estou lisonjeado por ser atacado por uma ativista do grupo Femen, que também atacou o papa", acrescentou Zeman, em referência a um incidente perpetrado pela Femen em 25 de dezembro em Roma.

Zeman completa cinco anos como presidente da República Tcheca e as pesquisas apontam que vencerá as eleições no primeiro turno.

O controverso presidente tcheco é conhecido pela sua boa relação com Putin, e em numerosas ocasiões criticou as sanções europeias contra Moscou pelo conflito da Ucrânia.

Femen, por sua vez, publicou o vídeo do ataque contra Zeman em seu site e identificou a ativista como Angelina Diash, de nacionalidade ucraniana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos