ONU pede que Tunísia não detenha manifestantes de forma arbitrária

Genebra, 12 jan (EFE).- O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos pediu nesta sexta-feira às autoridades da Tunísia que garantam que os manifestantes que protestam contra as políticas de austeridade do governo sejam presos de forma arbitrária.

"Fazemos um chamado às autoridades para que garantam que as pessoas não sejam detidas de forma arbitrária e que todos os detidos sejam tratados com total respeito ao devido processo e outras garantias fundamentais", disse em entrevista coletiva o porta-voz desse Escritório, Rupert Colville.

Colville ressaltou que o Alto Comissariado está "preocupado" com o alto número de detenções (778) e pelo fato de 200 deles terem "apenas" entre 15 e 20 anos.

"As autoridades devem garantir que aqueles que desejam exercer seu direito à liberdade e à manifestação pacífica não sejam impedidos de fazê-lo", disse o porta-voz, que lembrou a importância de se fazer cumprir esse princípio quando for comemorado, no próximo domingo, o sétimo aniversário da revolução que iniciou a primavera árabe.

Além disso, Colville pediu que não haja violência nos protestos, após os saques e cenas de vandalismo nos últimos dias e acrescentou que "os manifestantes pacíficos não devem ser penalizados pelos atos violentos de outros".

"Pedimos a todas as partes que trabalhem em conjunto para resolver, em total respeito aos direitos humanos, os problemas socioeconômicos que estão motivando a agitação", disse.

Os protestos sociais acontecem na Tunísia há mais de um ano, mas têm se tornado especialmente violentos desde que entraram em vigor no início de 2018 os novos orçamentos do Estado, ajustados à demanda de austeridade exigida pelo FMI em troca do crédito de US$ 3 bilhões concedidos ao governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos