Empresas formaram "Clube da Construção" para pagar propinas no Peru

Lima, 12 jan (EFE).- Pelo menos 30 empresas formavam o chamado "Clube das Construção" no Peru, um grupo formado para pagar propinas a funcionários do governo em troca de benefícios em obras públicas.

As revelações foram feitas por um delator à Justiça. O depoimento foi divulgado neste sábado pela emissora "RPP Noticias".

O grupo foi formado por construtoras nacionais e estrangeiras que, entre 2011 e 2014, pagaram propinas em troca de concessão de obras do Ministério de Transportes e Comunicações.

As autoridades fizeram operação de busca e apreensão ontem em 42 imóveis do "Clube da Construção" no país. Na ação, ligada às investigações da Lava Jato no Peru, seis pessoas foram presas.

O Ministério Público informou que entre os imóveis vistoriados estão os escritórios das construtoras brasileiras Andrade Gutiérrez e OAS. Os agentes também estiveram em imóveis da Graña y Montero, ICCGSA e Obrainsa, entre outras.

Entre os presos está Carlos García Alcázar, um ex-assessor do vice-ministro de Transportes e Comunicações entre 2011 e 2014. A Justiça determinou que ele fique preso provisoriamente por dez dias.

Ele seria responsável por garantir benefícios às empresas previamente estipuladas em troca de um percentual de 2,9% do total dos contratos firmados com o governo.

A "RPP Noticias" indicou que o delator revelou à Justiça como o "Clube da Construção" foi formado, onde seus representantes se reuniram e como eles operavam dentro do país. Ele também entregou uma lista de empresas e representantes que integravam o grupo.

A Justiça do Peru também investiga a corrupção revelada pera Operação Lava Jato. No último dia 4 de dezembro, o juiz Richard Concepción determinou a prisão preventiva por 18 meses contra os principais diretores de quatro construtoras peruanas que se associaram com a Odebrecht no período.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos