Livro revela que Macron escreveu romance erótico na adolescência

Paris, 13 jan (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, escreveu um romance erótico de 300 páginas aos 16 anos, quando já conhecia sua esposa, Brigitte Macron, sua professora na época.

A revista "Closer" publicou trechos da primeira biografia da primeira-dama "Brigitte Macron, L'affranchie" (Brigitte, a Emancipada), que será publicada no dia 17 de janeiro. A obra é de uma jornalista Mäelle Brun, de uma publicação sensacionalista.

A revista publica declarações de uma antiga vizinha datilógrafa de Macron, que confirmam o que até agora era um rumor.

"Me pediu para bater na máquina umas 300 páginas de um livro que acabava de escrever. Era um romance atrevido, um pouco porco!", disse a mulher, que revelou não ter mais o manuscrito.

O suposto livro do presidente francês teria sido escrito quando se inicia sua história de amor com Brigitte, 24 anos mais velha do que ele, no Instituto de Amiens, onde Macron estudava.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos