Macron pede a Netanyahu para preservar acordo nuclear com o Irã

Paris, 13 jan (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, defendeu a importância de preservar o acordo nuclear com o Irã e pediu que todas as partes envolvidas cumpram os compromissos firmados durante um telefonema com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, um dos principais críticos do pacto.

Em comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu, Macron também explicou que concordou com Netanyahu sobre a necessidade de trabalhar sobre o controle do programa de mísseis balísticos do Irã e sobre as "atividades regionais" promovidas pela República Islâmica, como a França vem propondo desde setembro de 2017.

"O presidente da República destacou a importância de preservar o acordo nuclear iraniano e a necessidade de todas as partes cumprirem os compromissos firmados", disse o governo da França em comunicado.

Ontem, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu manter o congelamento das sanções contra o Irã estabelecidas no acordo, mas avisou que essa é a última oportunidade de os aliados europeus o ajudarem a revisar o pacto. Caso contrário, Trump alertou que retirará os EUA do pacto.

A legislação americana obriga uma revisão periódica do cumprimento do acordo. A cada 120 dias, o presidente do país precisa enviar um documento ao Congresso afirmando se os itens firmados no pacto estão sendo cumpridos, determinando assim a manutenção do congelamento das sanções contra Teerã.

Trump, porém, quer o apoio dos aliados europeus - Reino Unido, França e Alemanha - para negociar um suplemento ao acordo. O desejo do presidente americano é firmar um acordo que estabeleça novas sanções multilaterais caso o Irã desenvolva ou teste mísseis balísticos ou impeça inspeções de suas instalações nucleares.

O acordo inicial também foi assinado por Rússia e China.

Segundo o portal israelense "Ynet", Netanyahu defende a postura de Trump e, na ligação com Macron, afirmou que "seria inteligente ouvir as palavras do presidente dos EUA". EFE atc/lvl

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos