Guterres pede reinício de diálogo e fim da violência na Colômbia

Bogotá, 14 jan (EFE).- O secretário geral da ONU, António Guterres, pediu neste domingo ao Governo da Colômbia e à guerrilha do Exército de Liberdade Nacional (ELN) que reiniciem os diálogos de paz de forma séria e construtiva e que cessem as hostilidades.

O pedido foi feito em uma coletiva de imprensa em Bogotá, onde Guterres terminou uma visita oficial de dois dias ao país.

O secretário geral da ONU fez seu apelo no momento em que há um aumento dos atentados do ELN, após o final do cessar-fogo de cem dias estipulados pelas partes nos diálogos de paz que acontecem desde o ano passado em Quito e que foram suspensos na semana passada pelos ataques da guerrilha.

Para que o processo siga adiante, Guterres considerou que é necessário que haja "uma situação isenta de violência e propícia para um diálogo eficaz e respeitoso".

"Convencido da importância das negociações entre o Governo da Colômbia e o ELN para a paz da Colômbia e o progresso da sua população expresso minha profunda preocupação com os eventos violentos dos últimos dias", disse Guterres.

O seu apelo coincide com o de "múltiplas organizações da sociedade civil colombiana e com a rejeição amplamente manifestada pela população colombiana ao uso da violência independentemente da sua procedência".

Neste sentido, Guterres lembrou a esperança expressada na semana passada pelo Conselho de Segurança da ONU de que as partes retomem seus esforços para um acordo de cessar-fogo, evitando o retorno ao conflito e protegendo as conquistas humanitários alcançadas nos últimos três meses.

Neste contexto, Guterres instruiu seu representante especial na Colômbia, Jean Arnault, para "tomar todas as ações necessárias a fim de facilitar o retorno das partes à mesa "de diálogo".

Finalmente, o secretário geral reiterou o compromisso da ONU com uma solução justa do conflito em benefício de toda a sociedade colombiana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos