Presidente do Peru pede "calma" e diz que governo está atendendo emergência

Lima, 14 jan (EFE).- O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, pediu "calma e tranquilidade" aos moradores da região sul do país, que foi afetada neste domingo por um terremoto de 6,8 graus de magnitude, e assegurou que o governo já está atendendo a emergência.

"Calma e tranquilidade, o governo está se ocupando de tudo, por isso estou aqui, poucas horas depois de ter acontecido", declarou Kuczynski a jornalistas após chegar em um helicóptero à cidade de Chala, na região de Arequipa e uma das afetadas pelo sismo que deixou, pelo menos, dois mortos e mais de 60 feridos, segundo números oficiais.

O governante, que chegou a Chala junto com a ministra de Energia e Minas, Ángela Grossheim, destacou que, diante da emergência, "felizmente o governo esta atuando" e o Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) já enviou ajuda de emergência e barracas para os afetados em vários distritos da região de Arequipa.

"Será enviado tudo o que necessitam", enfatizou, antes de indicar que ainda não se tem uma cifra definitiva de vítimas nem de danos.

O forte sismo ocorreu às 4h18 (horário local, 7h18 em Brasília) deixou um morto no distrito de Chala, um homem de 55 anos, e outro, não identificado, no distrito de Bella Unión.

O chefe do Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci), Jorge Chávez, declarou que os feridos foram atendidos em diferentes locais da província de Arequipa.

Chávez declarou ainda que em Chala há 30 imóveis afetados pelo tremor e que os feridos da região sofreram lesões de menor consideração do que as reportadas em Acarí, Bella Uníon, Yauca, Cora Cora e Nazca.

O epicentro do sismo se localizou no oceano Pacífico, a 56 quilômetros da cidade costeira de Lomas e a 48 quilômetros de profundidade, segundo o Instituto Geofísico do Peru (IGP).

O tremor teve uma intensidade de VI na escala de Mercalli, considerada pelos especialistas como "forte".

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), no entanto, afirmou que o terremoto teve magnitude de 7,1 graus e anunciou que nenhum alerta de tsunami foi ativado, uma informação confirmada posteriormente pela Marinha de Guerra do Peru.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos