Turquia bombardeia posições curdas na região síria de Afrin

Ancara, 14 jan (EFE).- O Exército da Turquia atacou no sábado várias posições das milícias curdas YPG na região de Afrin, na Síria, segundo informa neste domingo a imprensa local.

Segundo o jornal "Hürriyet", peças de artilharia turca dispararam pelo menos 40 salvas contra quatro distritos de Afrin controlados pelas milícias curdo-sírias Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera um grupo terrorista irmão da guerrilha curda da Turquia, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK)

Os disparos foram feitos por peças de artilharia situada nas localidades turcas de Hassa e Kirikhan, em Hatay, uma província na fronteira com a Síria, acrescentou a fonte.

O presidente da Turquia, o islamita Recep Tayyip Erdogan, já tinha advertido ontem que atacaria as forças curdo-sírias, aliadas dos Estados Unidos, se não se retirassem de Afrin.

Além disso, ele voltou a criticar o apoio de Washington a essas milícias, as quais os EUA consideraM essenciais na sua luta contra o grupo jihadista Estado Islâmico, enquanto que Ancara as qualifica de terroristas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos