Morre mulher que ficou ferida em incêndio de iate cassino na Flórida

Em Miami

  • Pasco County Fire Rescue via AP

Uma mulher que havia ficado ferida no incêndio ocorrido no domingo em um iate cassino ancorado perto da costa oeste da Flórida morreu em um hospital, informaram nesta segunda-feira as autoridades.

A bordo do barco estavam 50 pessoas, das quais todas chegaram com vida em terra, ainda que a princípio havia sido informado que uma pessoa tinha desaparecido, indicou a imprensa local.

O escritório do xerife do condado de Pasco informou hoje sobre a morte de uma mulher que estava no barco. As causas do incêndio ainda não foram determinadas, segundo o canal "Local 10".

A mulher faleceu no Centro Regional Bayonet Point, segundo o porta-voz desse hospital, Kurt Conover, que não informou sobre as causas da morte.

No total 12 pessoas tiveram que ser hospitalizadas após o incêndio, por inalação de fumaça, dores no peito e ferimentos leves e oito delas já receberam alta, segundo o hospital.

O barco estava ancorado a 3 milhas do litoral quando começou o incêndio.

O capitão conseguiu se aproximar da costa e os passageiros e a tripulação se jogaram na água e chegaram à margem em Port Richie, perto de Tampa.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos