Governo tcheco não obtém voto de confiança do Parlamento

Viena, 16 jan (EFE).- O novo Governo tcheco, dirigido pelo milionário populista Andrej Babis, não obteve nesta terça-feira o voto de confiança na Câmara Baixa do Parlamento, ao receber o não de 116 dos 200 deputados.

Babis só contou, como era esperado, com o apoio dos 78 legisladores de sua Aliança de Cidadãos Descontentes (ANO), ganhadora das eleições de outubro, e seis deputados se abstiveram.

A Comissão de Imunidade do Parlamento tcheco tinha recomendado previamente a retirada da imunidade de Babis para que seja processado pelo suposto uso fraudulento de fundos europeus.

Uma vez fracassada esta tentativa de posse, está previsto que o Governo apresente sua renúncia e que o presidente do país, Milos Zeman, volte a encarregar a Babis a formação de um Executivo.

Zeman já havia anunciado na semana passada que, se fracassasse a tentativa de posse, daria a Babis outra oportunidade, mas apontou que era preciso que apresentasse antes os avais de 101 deputados para assegurar o apoio do Legislativo.

Babis e o vice-presidente do ANO, Jaroslav Faltynek, pediram esta manhã que tivessem a imunidade parlamentar retirada para poder enfrentar as acusações de fraude no uso de fundos europeus em uma das empresas do milionário.

É esperado que o Parlamento se pronuncie hoje também sobre essa questão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos