Bispo acusado de acobertar abusos volta a participar de missa papal

Santiago (Chile), 17 jan (EFE).- Juan Barros, o bispo de Osorno acusado de suposto acobertamento do padre pedófilo Fernando Karadima, participou nesta quarta-feira em Temuco da segunda missa campal do papa Francisco no Chile, após marcar presença na celebrada de ontem no Parque O'Higgins, em Santiago, o que gerou um grande incômodo na sociedade.

Barros chegou ao Aeroporto de Maquehue, onde aconteceria a missa, acompanhado de outros religiosos e foi cercado pelos jornalistas ao descer do carro. Ao ser perguntado pela razão da sua presença na missa de hoje na capital de Araucanía, ele respondeu que tinha direito de participar das atividades que envolvem a visita do pontífice e pediu para os jornalistas se afastarem.

"O principal é que estejamos felizes e abertos à palavra de Deus que o papa nos traz" disse ele à imprensa.

Questionado sobre as acusações de abuso sexual contra o padre Fernando Karadima, ele foi taxativo e disse que não foi testemunha disso.

"Peço, por favor, me deixem em paz. Ontem, falei com alguns jornalistas e agora temos uma missa muito bonita para ver", respondeu Barros.

Há alguns dias, vazou o conteúdo de uma carta na qual o papa Francisco se mostrava partidário de pedir a saída definitiva do bispo ou de colocá-lo em uma posição menos importante. O porta-voz da Conferência Episcopal do Chile, Jaime Coiro, foi perguntado sobre o assunto hoje e afirmou que não existem acusações comprovadas sobre Juan Barros na função de desempenha em Osorno.

O próprio bispo disse desconhecer a carta e afirmou se sentir apoiado por Francisco.

"O papa foi muito afetuoso comigo. Estou a serviço da Igreja", enfatizou.

Alguns religiosos expressaram publicamente descontentamento com a presença do bispo, mas o padre jesuíta Fernando Montes, próximo ao pontífice, disse que Juan Barros tem direito de estar presente nas missas na condição de bispo, apesar de ser mais prudente evitar participar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos