Governo da Venezuela protegerá supermercados após onda de saques

Caracas, 17 jan (EFE).- O governo da Venezuela anunciou nesta quarta-feira que a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) protegerá as redes de supermercados, uma decisão divulgada após inúmeros saques registrados em várias regiões do país.

O ministro de Interior e Justiça, Néstor Reverol, informou a medida através do Twitter após um encontro que teve hoje com membros da Associação Nacional de Supermercados e Auto-serviços (ANSA) e do Comando Estratégico Operacional da Força Armada (Ceofanb).

"Nesta reunião avançamos na elaboração do Plano Nacional de Segurança, para prestar apoio e coordenar ações em matéria de segurança integral às redes de supermercados e garantir o abastecimento ao povo venezuelano", indicou Reverol.

O ministro acrescentou que no marco do programa social de "Abastecimento Soberano", o governo de Nicolás Maduro continuará "trabalhando pela segurança e defesa integral" do povo.

O vice-presidente da Venezuela, Tareck El Aissami, anunciou ontem que o governo obrigará as empresas do país a baixar os preços e voltar aos valores pelos quais vendiam seus produtos em dezembro, após acusar os comerciantes de "inflar" os preços sem justificativa no início do ano.

Nas duas primeiras semanas de 2018, pelo menos 30 estabelecimentos foram saqueados em estados como Guárico, Trujillo e Mérida, enquanto mais de 10 caminhões cheios de alimentos tiveram a mesma sorte.

O governador de Mérida, o opositor Ramón Guevara, disse à Agência Efe na semana passada que só no seu estado estes fatos tinham deixado quatro mortos e 15 feridos, todos por arma de fogo, e que mais de 200 cabeças de gado tinham sido esquartejadas por vândalos que invadiram fazendas alegando fome.

A Venezuela registra escassez de alimentos e remédios há vários anos, um problema que se acentuou nos últimos meses, quando o país entrou em uma espiral hiperinflacionária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos