Guarda Costeira da Líbia resgata 475 pessoas à deriva no Mar Mediterrâneo

Trípoli, 17 jan (EFE).- A Guarda Costeira da Líbia resgatou 475 pessoas que tentavam cruzar o Mar Mediterrâneo e chegar ao continente europeu a bordo de duas embarcações precárias, informou nesta quarta-feira à Agência Efe o porta-voz da Marinha no oeste do país, Ayub Kasem.

Segundo informou, a primeira operação de socorro aconteceu na terça-feira por volta das 17h local (12h, em Brasília) quando o navio "Sabratah" encontrou três embarcações com 352 imigrante diante do litoral de Qarabuli, perto de Trípoli.

Nas embarcações, que tinham navegado apenas 40 milhas, viajavam 276 homens, 65 mulheres e 11 crianças, explicou.

Horas depois, os serviços da Guarda Costeira encontraram uma quarta embarcação, com pelo menos 123 imigrantes de 11 nacionalidades africanas distintas - 88 homens, 13 mulheres e 22 crianças - a cerca de 12 milhas de Qarabuli.

"Os imigrantes foram levados ao serviço de luta contra a imigração irregular", disse Kacem.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos dois anos no principal reduto das máfias que traficam humanos, apesar da presença das patrulhas europeias.

Segundo dados da Organização Internacional das Migrações (OIM), organismo vinculado à ONU, mais de 171.635 imigrantes irregulares conseguiram chegar à Europa em 2017, enquanto 3.116 desapareceram no mar.

Só nas duas primeiras semanas de janeiro, cerca de 1,5 mil chegaram à Europa e mais de 200 desapareceram no mar, de acordo com a mesma organização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos