Kuczynski estima que 1,5 milhão de pessoas irão a missa papal em Lima

Lima, 17 jan (EFE).- O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, informou nesta quarta-feira que 1,5 milhão de pessoas devem ir no próximo domingo à base aérea de Las Palmas, em Lima, para a última missa do papa Francisco na sua visita ao país.

Hoje, ele, o encarregado oficial da visita, Alfonso Grados, e o diretor executivo da visita papal, padre Luis Gaspar, visitaram as obras que acontecem em Las Palmas.

"Temos um plano de contingência para 300 mil pessoas a mais. Acreditamos que serão de 1,2 milhão a 1,5 milhão de participantes", declarou Kuczynski.

A celebração será o último ato do papa no Peru antes de voltar a Roma. Francisco chegou ao Chile na segunda-feira passada e fica lá até amanhã, quando parte para Lima.

Sobre os preparativos nas cidades de Trujillo, Puerto Maldonado e Lima, o presidente disse que falta pouco para a conclusão, o que foi confirmado por Grados.

"Estamos na fase final das obras nas três cidades que serão visitadas por Francisco", disse o encarregado oficial da visita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos