Zuckerberg pede ao Congresso para salvar programa que protege "sonhadores"

Los Angeles (EUA), 17 jan (EFE).- O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, publicou nesta quarta-feira um comunicado por escrito na rede social na qual pede ao Congresso dos Estados Unidos para salvar o Programa de Ação Diferida para os Chegados na Infância (Daca), que protege da deportação milhares de jovens sem documentos que vieram para o país quando crianças.

Seguido no Facebook por mais de 100 milhões de usuários, Zuckerberg pediu aos americanos que entrem em contato com os congressistas para mostrar preocupação sobre o assunto.

"Os 'sonhadores' (como são conhecidos os jovens beneficiados pelo Daca) são membros das nossas comunidades. Há 800 mil deles que vivem com medo e sem possibilidade de planejar seu futuro", disse.

"Professores com o Daca não sabem se poderão ensinar dentro de alguns meses, mas, de alguma maneira, esperamos que eles sejam responsáveis por nossos filhos. Funcionários dos serviços de emergência com o Daca não sabem se poderão ficar aqui, mas trabalharam de sol a sol salvando vidas após os furacões do Texas e da Flórida", continuou o fundador do Facebook no texto.

Para Zuckerberg, resolver a situação dos "sonhadores" é responder uma pergunta básica. "O nosso governo funciona?", questionou.

"Pode o Congresso se unir e encontrar um caminho, ou deixaremos escapar a oportunidade, forçando quase 1 milhão de pessoas a deixar seus trabalhos e seu país?", perguntou Zuckerberg.

Recentemente, o fundador do Facebook se uniu a algumas dezenas de representantes de importantes firmas de tecnologia que pediam que o Congresso aprovasse um projeto de lei que proteja os "sonhadores".

Em setembro do ano passado, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o fim do Daca, mas pediu ao Congresso que buscasse uma solução legislativa para a questão antes de 5 de março.

Quando o prazo acabar, os "sonhadores" podem ser deportados.

No sábado, o governo Trump foi obrigado a aceitar a renovação das solicitações do Daca por ordem judicial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos