Democratas no Senado dizem ter votos suficientes para paralisar governo

Washington, 18 jan (EFE).- Os democratas do Senado dos Estados Unidos afirmaram nesta quinta-feira que têm os votos suficientes para bloquear uma proposta de orçamento feita pelos republicanos, o que provocaria uma paralisação parcial do governo federal do país.

Fontes do Senado informaram à Agência Efe sobre a contagem dos votos, capaz de bloquear a aprovação do orçamento federal e impedir que o governo de Donald Trump assuma despesas não essenciais a partir da meia-noite de amanhã.

Os republicanos da Câmara dos Representantes estão trabalhando contra o relógio para conseguir um acordo temporário para a questão, o quarto deste ano, mas se negam a incluir as demandas dos democratas, que buscam uma solução para o problema dos jovens imigrantes sem documentos conhecidos como "sonhadores".

As negociações sobre o acordo migratório, quase concluídas na semana passada, foram deixadas de lado após polêmicas declarações de Trump sobre El Salvador, Haiti e alguns países africanos.

O texto da Câmara dos Representantes que os democratas querem vetar financiaria o governo até 16 de fevereiro. A proposta prevê, além disso, uma extensão de seis anos dos recursos para o Programa de Seguro Médico para Crianças (CHIP, na sigla em inglês).

Exigida pelos republicanos mais moderados e pelos democratas, essse artigo afasta o voto dos ultraconservadores. Para convencê-los, o governo tenta incluir também cortes no dinheiro destinado à lei de saúde aprovada por Barack Obama, o "Obamacare".

Os senadores democratas aumentaram a pressão sobre os republicanos e a Casa Branca para aprovar um acordo migratório bipartidário junto com o orçamento.

O objetivo é incluir no texto a possibilidade de que os "sonhadores" possam obter a cidadania americana. O programa Ação Diferida para os Chegados na Infância (Daca), que protege esses jovens da deportação, expira em março por ordem de Trump.

No entanto, a inclusão dos recursos para o CHIP coloca os democratas em uma situação complicada, já que essa era uma demanda que o partido vinha exigindo há meses.

A Casa Branca disse apoiar o texto da Câmara dos Representantes ontem, o que poderia ajudar a convencer alguns republicanos indecisos. A proposta deve ser votada ainda hoje na casa.

Contudo, o fato de os democratas terem votos suficientes para bloquear a nova versão do orçamento no Senado, o que geraria uma paralisação do governo federal, deixa dúvidas se os republicanos levarão o projeto para a votação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos