Topo

Incêndio em ônibus mata 52 pessoas no Cazaquistão

18/01/2018 07h22

(Atualiza com mais informações)

Astana, 18 jan (EFE).- Pelo menos 52 pessoas morreram nesta quinta-feira após o incêndio de um ônibus com passageiros que circulava por uma rodovia no oeste do Cazaquistão, de acordo com informações divulgadas pelas autoridades do país.

Apenas cinco ocupantes do veículo conseguiram sobreviver à tragédia, segundo o porta-voz do Comitê de Situações de Emergências do Cazaquistão, Ruslan Imakoulov.

"Segundo dados preliminares, todos os falecidos eram cidadãos do Uzbequistão", acrescentou Imakoulov.

As autoridades de Uzbequistão e Cazaquistão cooperam para identificar os corpos das vítimas.

Os dois motoristas, de nacionalidade cazaque, têm queimaduras de primeiro grau, enquanto que os três passageiros sobreviventes sofreram queimaduras menos graves.

Todos os sobreviventes foram levados à clínica central da localidade de Kalibay, a cerca de dez quilômetros do local dos fatos.

Uma fonte dos serviços de emergências revelou à agência de notícias russa "RIA Novosti" que o ônibus tinha deixado o Uzbequistão e seguia para a Rússia.

O ônibus do fabricante húngaro "Ikarus" pegou fogo estando em movimento, por causas ainda desconhecidas.

O Comitê para Situações de Emergências informou em coletiva de imprensa que segundo a primeira análise, a causa mais provável do incêndio foi um curto-circuito no cabeamento do ônibus, que além disso estava sobrecarregado.

As autoridades cazaques montaram um centro operacional no local dos fatos, onde trabalham os serviços de resgate, a Polícia, os médicos e uma unidade de psicólogos.