Macri se reunirá com Putin na próxima terça-feira no Kremlin

Moscou, 18 jan (EFE).- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, se reunirá no próximo dia 23 de janeiro no Kremlin com seu homólogo da Rússia, Vladimir Putin, segundo informaram nesta quinta-feira à Agência Efe fontes diplomáticas argentinas.

Segundo a fonte oficial, será uma reunião "ampla" na qual será abordado um grande número de temas da agenda bilateral e internacional.

Macri, que chegará a Moscou procedente de Buenos Aires na segunda-feira, realizará uma "breve" visita à Rússia, após o que se deslocará na tarde de terça-feira a Davos, na Suíça, para participar do Fórum Econômico Mundial.

Ambos governantes tiveram várias conversas telefônicas nos últimos meses, a última devido à tragédia do submarino ARA San Juan, desaparecido desde o último dia 15 de novembro no oceano Atlântico com 44 tripulantes a bordo.

Putin falou então com Macri por telefone para oferecer sua cooperação na busca do submarino, uma tragédia similar à ocorrida no ano 2000 com o submarino atômico Kursk, que também afundou com 118 marinheiros no seu interior.

Nesse sentido, a fonte diplomática argentina destacou hoje a "excelente" resposta da Rússia, em particular, e da comunidade internacional, no geral, após o acidente.

Desde que chegou ao poder no final de 2015 Macri insistiu que deseja manter relações estratégicas com a Rússia, país que aumentou notavelmente nos últimos anos sua presença no continente latino-americano.

Putin foi um dos primeiros governantes com quem Macri conversou após assumir o cargo, contatos que haviam se intensificado já com sua antecessora, Cristina Kirchner, que cultivou uma estreita relação com o chefe do Kremlin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos