Diretor do FBI demitido por Trump dará curso de ética em universidade

Washington, 19 jan (EFE).- O ex-diretor do FBI James Comey, demitido pelo presidente Donald Trump quando examinava a interferência russa nas eleições de 2016, dará aulas de "liderança ética" na William & Mary College da Virgínia, segundo informou nesta sexta-feira a universidade.

O ex-diretor do FBI de 2013 até maio de 2017 será mais um a oferecer seus conhecimentos no curso universitário, que acontecerá no outono de 2018 e primavera e verão de 2019 (hemisfério norte), segundo um comunicado da entidade.

"Comey está entre os alunos de mais destaque da William & Mary", disse o presidente do centro universitário, Taylor Reveley, sobre o ex-diretor do FBI, doutor em jurisprudência pela Universidade de Chicago e graduado na escola que agora lhe acolhe em Química e Religião.

Reveley argumentou que Comey compreende profundamente que os líderes têm que ter "um permanente compromisso ético no seu comportamento e um serviço de sacrifício para ter um bom governo e considerou que os estudantes se beneficiarão significativamente com a experiência".

O próprio Comey disse estar "encantado" de poder contribuir com os estudantes conhecimentos sobre um "aspecto vital, a liderança ética" e definiu os líderes éticos como aqueles que são capazes de "olhar acima da urgência e o do partidarismo".

Para Comey, a construção e a manutenção destas lideranças no setor público e no privado é "o desafio do nosso tempo", segundo o comunicado.

A William & Mary College, que ministrará o curso entre Williamsburg - Virgínia - e Washington, concedeu em 2008 o título de doutor honoris causa em Direito a Comey, como reconhecimento à trajetória e contribuição ao serviço público do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos