Hezbollah nega acusações dos EUA de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Beirute, 19 jan (EFE).- O chefe do grupo xiita libanês Hezbollah, Hassan Nasrallah, qualificou nesta sexta-feira de "injustas e sem fundamento" as acusações do Governo americano, segundo as quais o grupo poderia estar envolvido em narcotráfico e em lavagem de dinheiro para se financiar.

"Desminto de modo categórico esses rumores que não são novos", disse Nasrallah em um discurso televisionado.

Em 11 de janeiro, o procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, anunciou a criação de uma equipe especializada em terrorismo, tráfico internacional de drogas, crime organizado e lavagem de dinheiro para investigar a milícia xiita libanesa Hezbollah.

A chamada Equipe de Financiamento e Narcoterrorismo do Hezbollah (HFNT, por sua sigla em inglês), terá a tarefa de "investigar as pessoas e redes que dão apoio" a esse grupo libanês que Washington mantém em sua lista de organizações terroristas, e levar perante os tribunais os culpados.

Nasrallah insistiu que as atividades pelas quais o grupo é acusado não "estão permitidas pela religião e o Hezbollah tomou a decisão de não se envolver nelas."

No entanto, especificou que "se há algumas pessoas ricas envolvidas, fazem isso de modo individual. O Hezbollah não permite que ninguém faça isso, nem sequer contra os seus inimigos".

Segundo o líder religioso, a decisão da Procuradoria ocorre porque a "acusação como grupo terrorista não funcionou".

"Agora querem nos tachar como uma organização criminosa de tráfico de drogas e roubo de automóveis", disse Nasrala.

Segundo o Departamento de Justiça americano, "o HFNT começará avaliando as provas das investigações existentes, incluídos os casos derivados do Projeto Casandra, uma investigação policial que aponta para o tráfico de drogas do Hezbollah".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos