Presidente do Peru pede ao papa que leve paz e diálogo ao país

Lima, 19 jan (EFE).- O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, pediu nesta sexta-feira ao papa Francisco que leve paz e diálogo ao país durante uma cerimônia realizada no Palácio do Governo em Lima.

"Estamos unidos pela esperança, esse é o lema da visita. Em uma visão de progresso, de revolução social. E, unidos na esperança que, com fé, chegaremos, com diálogo, sim, chegaremos a um lugar melhor", afirmou o presidente ao dar boas-vindas ao papa.

O pontífice chegou ao Palácio de Governo para participar de uma reunião protocolar com autoridades do governo e representantes da diplomacia que atuam no país. Depois, se reunirá com Kuczynksi.

O presidente lembrou que o pátio de honra do Palácio do Governo teve a visita de João Paulo II há 30 anos. Por esse motivo, era importante dar as boas-vindas a Francisco no mesmo lugar.

"Agora, 30 anos depois, temos que lembrar o que se passou nessas três décadas. Estamos cicatrizando as feridas do passado, mas é um processo que não é nada fácil, é um processo que está em pleno andamento e que esperamos que cada dia fique mais perto do fim, com o diálogo e a paz como fundamentais", disse o presidente.

Entre os presentes no encontro estavam a líder da oposição, Keiko Fujimori, e seu irmão, o congressista Kenji Fujimori, filhos do ex-presidente Alberto Fujimori, que recebeu um indulto de Kuczynksi no último dia 24 de dezembro, abrindo uma crise política no país.

Após participar da cerimônia protocolar e da reunião com Kuczynski, o papa irá à Igreja de São Pedro, que fica próxima ao Palácio de Governo, para encontrar com representantes da congregação dos jesuítas no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos