Trump não viajará à Flórida até que fechamento do governo seja evitado

Washington, 19 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não viajará para a Flórida até que o Senado aprove um acordo orçamental para evitar o fechamento parcial do governo federal, informou nesta sexta-feira a Casa Branca.

Trump tinha previsto na sua agenda diária um voo para a Flórida às 16h30 (19h30 de Brasília) para passar o final de semana e celebrar no seu clube privado Mar-a-Lago seu primeiro aniversário como presidente.

No entanto, um porta-voz da Casa Branca ressaltou que, dada a incerteza sobre o possível fechamento parcial do governo federal, o presidente permanecerá em Washington até que se alcance um pacto no Congresso.

Na noite desta quinta-feira, a Câmara dos Representantes desenvolveu uma proposta para outorgar fundos ao governo federal até fevereiro, e agora a dúvida se concentra no Senado, onde os republicanos contam com uma exígua maioria de 51 frente a 49.

A data limite é a meia-noite de hoje, com o que se espera que o Senado vote ao longo do dia de hoje, razão pela qual é provável que Trump atrase sua viagem até sábado.

"A lei de financiamento do governo foi aprovada ontem à noite na Câmara de Representantes. Agora falta os democratas para que possa sair adiante no Senado - mas eles querem imigração ilegal e fronteiras débeis. Haverá fechamento?", questionou Trump em sua conta do Twitter esta manhã.

Segundo indicaram fontes políticas à Agência Efe, os democratas do Senado dizem contar com votos suficientes para bloquear a proposta orçamental republicana que já foi aprovada na Câmara, tendo em conta que não incluem suas principais reivindicações, como uma solução definitiva para os jovens sem documentos conhecidos como "sonhadores".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos