Americanos e canadenses sequestrados na Nigéria são libertados

Abuja, 20 jan (EFE).- Os cidadãos dos Estados Unidos e Canadá que haviam sido sequestrados nesta semana por homens armados, que mataram seus dois seguranças no momento da captura, perto da capital da Nigéria, Abuja, foram libertados ontem, informaram neste sábado veículos de imprensa locais.

A polícia disse que não pagou nenhum resgate pela libertação dos quatro estrangeiros, que foram capturados na terça-feira quando viajavam por uma estrada entre Abuja e o estado vizinho de Kaduna, segundo a polícia.

As vítimas, que não foram identificadas, são dois americanos e dois canadenses, que foram atacados por um grupo armado, relatou o porta-voz da polícia, Mukhtar Aliyu, que acrescentou que dois arqueólogos alemães e vários cidadãos nigerianos também foram sequestrados nessa mesma estrada no ano passado.

Os sequestros são um problema grave no país que está se recuperando da pior recessão econômica dos últimos 25 anos.

Estes crimes são mais frequentes na região de Delta (sul), onde fica a maioria das jazidas de petróleo nigeriano, e, portanto, os principais alvos das organizações criminosas são empresários estrangeiros da indústria petrolífera.

Em outubro do ano passado, quatro missionários britânicos que trabalhavam na região de Delta foram sequestrados quando forneciam ajuda sanitária à população, e um deles foi assassinado meses depois, assinalaram as autoridades locais e britânicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos