Forças de segurança libertam 67 soldados detidos em prisão talibã

Cabul, 20 jan (EFE).- As forças de segurança afegãs libertaram 67 soldados e policiais que permaneciam detidos em uma prisão dos talibãs na província de Helmand, no sul do país, informaram neste sábado fontes oficiais.

A operação para o resgate foi lançada no distrito de Baghran e 20 reféns já foram levados à vizinha província de Kandahar, enquanto que os 47 restantes serão levados "logo", disse o Ministério de Defesa afegão em comunicado.

A província de Helmand é um dos pontos do país em que os talibãs têm mais influência e controlam mais território, e onde as autoridades fazem regularmente operações para libertar prisioneiros neste tipo de prisões.

Neste momento, nove dos 14 distritos da província estão sob controle ou ameaça dos talibãs, segundo o Inspetor Especial Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos EUA.

A violência aumentou no Afeganistão desde o final da missão de combate da OTAN no país 1 de janeiro de 2015 em meio ao um avanço dos insurgentes, que reduziram o território em mãos do Governo a apenas 57% do total, de acordo com o SIGAR.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos