Vice-presidente dos Estados Unidos chega ao Egito

Cairo, 20 jan (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, chegou neste sábado ao Egito em sua primeira etapa de uma excursão que o levará à Jordânia e Israel e que coincide com o aumento da tensão na região após a decisão de Washington de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

O escritório do vice-presidente destacou em um breve comunicado que as reuniões que Pence manterá com os governantes do Egito, Jordânia e Israel são "fundamentais para a segurança nacional e os objetivos diplomáticos" dos Estados Unidos.

Pence embarcou na viagem apesar da crise suscitada nos Estados Unidos depois que ontem o Senado americano não aprovou os novos fundos necessários para financiar o Governo e provocou o fechamento parcial do Executivo do presidente Donald Trump.

A visita de Pence estava programada em um primeiro momento para dezembro, mas decidiu adiá-la para votar no Senado durante a discussão da reforma fiscal impulsionada pelos republicanos.

O atraso, então, foi anunciado também pouco depois que o presidente palestino, Mahmoud Abbas, mostrou sua decisão de não se reunir com Pence durante a excursão, uma postura que foi apoiada no Egito pelos principais líderes religiosos.

Tanto o xeque de Al Azhar, uma das principais instituições do islã sunita, Ahmed al-Tayeb, como o papa dos cristãos coptas do Egito, Papa Teodoro II de Alexandria, rejeitaram o convite de Pence de se reunir com ele.

Desta maneira, mostraram condenação à decisão de Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e de mudar para esta cidade desde Tel Aviv a embaixada americana, uma medida que suscitou a rejeição dos países da região e que marca a visita de Pence.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos