Autoridades afegãs confirmam morte de 14 estrangeiros em ataque a hotel

Cabul, 21 ene (EFE).- As autoridades do Afeganistão informaram neste domingo que 14 estrangeiros e quatro afegãos morreram durante o ataque talibã contra hotel Intercontinental de Cabul, que terminou hoje após 12 horas de enfrentamento, e seis insurgentes foram mortos.

"Confirmamos que no ataque de ontem à noite 18 pessoas morreram, 14 delas estrangeiras e quatro afegãos", disse à Agência Efe o porta-voz do Ministério de Interior, Nasrat Rahimi, que acrescentou que as vítimas eram de países como Ucrânia, Grécia, Quirguistão e Venezuela, e que outros três estrangeiros ainda não foram identificados.

Rahimi disse que 11 mortos são funcionários da companhia aérea afegã Kam Air.

O porta-voz de Interior indicou que, além disso, há seis civis afegãos e 10 membros das forças de segurança que ficaram feridos.

Rahimi explicou que o número de mortos aumentou porque os estrangeiros assassinados se refugiaram em um local escondido e corpos foram encontrados em uma revisão posterior.

Um porta-voz da companhia aérea Kam Air, Haji Raqeeb, indicou à Agência Efe que a companhia perdeu a dez funcionários no ataque, todos eles estrangeiros.

"Oito são ucranianos e dois venezuelanos", disse Raqeeb, ao explicar que a Kam Air utiliza habitualmente o hotel para as suas tripulações e normalmente entre 45 e 50 fucionários, na maioria estrangeiros, costumam passar a noite nas instalações.

"Tínhamos 42 estrangeiros ontem à noite no hotel", explicou, ao apontar que os outros foram levados a instalações da Otan em Cabul.

As forças de segurança resgataram mais de 150 empregados e hóspedes, 40 deles estrangeiros, durante o ataque, que começou na noite de sábado e que durou cerca de 12 horas.

Os talibãs reivindicaram a autoria do ataque mediante um comunicado de seu porta-voz Zabihullah Mujahid, que disse que os combatentes identificaram "cuidadosamente" suas vítimas e mataram cidadãos dos países "invasores" e membros do Governo afegão.

O hotel, frequentado por estrangeiros e afegãos ricos e que frequentemente acolhe festas privadas e eventos oficiais como coletivas de imprensa, seminários e conferências, já foi alvo de um atentado similar dos talibãs em junho de 2011.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos