Embaixador dos EUA se banha em águas geladas para entender tradições russas

Moscou, 21 jan (EFE).- O embaixador dos EUA na Rússia, Jon Huntsman, deu um mergulho em águas geladas do rio moscovita Istra neste domingo para entender a cultura russa e conhecer melhor as tradições do país.

"Sinto uma grande conexão com o povo russo. Foi uma experiência inesquecível", disse o diplomata após mergulhar no rio Istra, na região de Moscou, por causa das comemorações da Epifania do Senhor.

Antes de entrar no rio, Huntsman, acompanhado por sua família e outros funcionários da embaixada americana, visitou o mosteiro Nova Jerusalém.

"A cada mês estudo mais sobre as tradições e não descarto me tornar um especialista", disse um sorridente embaixador americano à imprensa russa após cumprir com o rito do banho "de batismo" que a maioria dos fiéis realiza na noite de 18 a 19 de janeiro.

Além de Huntsman, que foi missionário mórmon na juventude, se banharam no Istra outros nove membros da delegação norte-americana.

Neste ano, na Rússia, por causa dos banhos em massa pela festividade do Batismo do Senhor participaram cerca de 1,8 milhão de pessoas, segundo números oficiais.

O Kremlin divulgou nesta semana imagens do presidente russo, Vladimir Putin, banhando-se no lago Seliger da região russa de Tver.

A Presidência russa explicou que neste ano as temperaturas registradas na parte central da Rússia não são tão extremas como as habituais nesta altura do inverno e "não fazia menos do que 6-7 graus abaixo de zero" na zona do banho.

Huntsman chegou à Rússia em outubro para assumir o cargo no ponto mais baixo das relações bilaterais desde o fim da Guerra Fria em 1991, substituindo no cargo John Tefft, que dirigia a legação diplomática norte-americana desde novembro de 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos