Papa pede esforços para evitar violência e buscar soluções na RD do Congo

Lima, 21 jan (EFE).- O papa Francisco pediu esforços para evitar a violência e buscar soluções após uma nova onda de violência na República Democrática (RD) do Congo, durante a oração do Ângelus em Lima, no Peru, onde o pontífice está de visita.

Após concluir a mensagem dedicada aos jovens da sacada do Arcebispado de Lima, Francisco disse que o mundo está "cheio de guerras e de problemas" e que tinha recebido notícias muito preocupantes da República Democrática do Congo.

"Peço aos responsáveis, às autoridades e a todos neste amado país que façam os esforços possíveis para evitar todas as formas de violência e buscar soluções em favor do bem comum".

Em seguida, Francisco pediu aos fiéis reunidos na Praça de Armas da capital peruana que rezassem "pelos irmãos no Congo".

Pelo menos cinco pessoas morreram hoje em Kinshasa, capital da RD do Congo, por disparos da polícia, que dispersou grupos de manifestantes que pediam a realização de eleições para por fim ao mandato do presidente do país, Joseph Kabila, segundo números provisórios da ONU.

Além das vítimas mortais, outras 35 pessoas ficaram feridas e 63 foram detidas em Kinshasa, em uma jornada de enfrentamentos na qual as forças de segurança também lançaram gases para dispersar os manifestantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos